Notícias

Home  >  Notícias  >  Atualidades  >  Startup brasileira cria programa de fidelidade com foco em e-commerce

Hardware | Eventos | Mobile | Cloud Computing | Software | Certificados e Treinamentos | Mídias Sociais | Emprego | Atualidades | Segurança
       
Atualidades
 
ecommerce_buy
Startup brasileira cria programa de fidelidade com foco em e-commerce

A startup brasileira Zimp criou uma solução de mesmo nome com foco no mercado de programas de fidelidades.

Fundada pelos empreendedores Julia Canalini (CEO), Sérgio Keller (CMO) e Luan Muniz Teixeira (CTO), a Zimp  permite acumular pontos em e-commerces brasileiros. Para pontuar no programa, o cliente precisa se cadastrar no site e se conectar às lojas online por meio do mesmo.

A partir daí, as compras realizadas em parceiros contam para pontuação na Zimp. O resgate dos pontos também é feito diretamente pelo site. Segundo a startup, a rede de  parceiros prevê, eventualmente, atender lojas físicas.

Um dos diferenciais do programa é que nele os pontos não têm um prazo para expirarem, da mesma forma, cada ponto vale 1 real.

“Para o consumidor, o valor de seu ponto é transparente, não há prazo para resgate e o processo é simples, tornando a experiência do uso próxima a do dinheiro. Já para o lojista o programa oferece risco zero/baixo risco, uma vez que é baseado em performance: não existem custos indiretos como taxa de adesão, mensalidade, licença ou taxa de instalação, não tem o risco do seu investimento ser perdido com expiração e só paga os pontos quando efetua a venda. Isto significa que a Zimp só ganha se o lojista ganhar”, explica a startup.

via IDGNOW!

 
Mais Notícias
ecommerce_buy
Startup brasileira cria programa de fidelidade com foco em e-commerce
(...)
avatar
Mudança de endereço
A SecrelNet comunica que a partir do dia 16/08/2016, o setor de Atendimento está funcionando em novo endereço.(...)
google
Comissão Europeia acusa a Google de abuso de posição dominante em buscas
A Comissão Europeia acusou formalmente a Google de abuso da posição dominante no segmento da busca online.(...)
post_iphone
Americano processa Apple em US$10 bilhões por “roubar” projeto do iPhone
Morador da Flórida, Thomas Ross afirma que empresa de Cupertino violou uma patente de 1992.(...)